Perguntas frequentes: tire as suas principais dúvidas sobre os serviços da Picorelli

 

Quais são as suas dúvidas em relação ao serviço da Picorelli? Nossa equipe reuniu os principais questionamentos recebidos neste artigo. Leia abaixo para conferir as respostas para as suas perguntas frequentes. 

 

Quais materiais são transportados pela Picorelli?

 

A Picorelli Transportes é especializada em transportes de cargas fracionadas, urgentes e lotações secas. 

 

Transportamos matéria-prima e insumos para indústria em geral, materiais de manutenção e reparo, embalagens e plásticos, cargas secas para indústria, peças automotivas, produtos correlatos e para saúde, confecção, rolo de tecido e artigos para comércio em geral. 

 

Abaixo, confira as mercadorias que não transportamos:

Animais, armamentos e munições, armários de aço; balcões frigoríficos; café em grãos; cargas radioativas e nucleares; combustíveis e líquidos em geral; cigarros; chapa Inox; cheques; contas, comprovantes de débitos, títulos, apólices, documentos em geral e bilhetes de loterias; cofres, dinheiro (moeda ou papel); cheques; espelhos; lâmpadas e vidros; mármores, granitos, peças em gesso e cristais; mercadorias sem embalagem apropriada; objetos de arte e antiguidades; produtos inflamáveis, corrosivos e explosivos; produtos preciosos (joias, relógios ou outros de alto valor); produtos refrigerados e tintas.

 

A Picorelli não transporta mudanças.

 

Como é feito o cálculo da cubagem?

 

Para calcular a cubagem das cargas, é necessário utilizar o “fator de cubagem”: um cálculo matemático que expressa a relação entre o peso e o volume da carga a ser transportada. O fator de cubagem tem como referência a razão de 300kg/m³, conforme instituído pela ANTT.

 

Para realizar o cálculo é importante considerar as dimensões da carga, representadas pela multiplicação da altura x largura x profundidade x fator de cubagem. Proporcionando uma visão precisa da quantidade de espaço que a carga ocupará no transporte. 

 

Cubagem = altura x largura x profundidade x número de volumes que será transportado x fator de cubagem

 

Como deve ser feito o procedimento de recusa parcial da carga?

 

Não há recusa parcial da carga. Quando o estabelecimento recusa a mercadoria, deve também recusar o documento fiscal que a acompanhou.

 

A recusa deve ser expressa mediante declaração no verso da Nota Fiscal (NF), mod. 1 ou 1-A (em papel) ou no verso do DANFE que acompanhou o trânsito da mercadoria, retornando ao estabelecimento de origem a NF e as mercadorias. 

 

Ou seja: se há divergência em parte do conteúdo da NF, a mercadoria precisa ser totalmente recusada. Assim, ela será retornada ao remetente para a emissão de uma nova NF. 

 

Também é possível recepcionar a NF e emitir a NF de devolução, com informações sobre o que está em desacordo.

 

 

 

Acima, foram respondidas as nossas principais perguntas frequentes. Se restou alguma dúvida, entre em contato conosco! 

Picorelli Transportes: conheça os valores que movem a nossa empresa

Confira os valores que movem a Picorelli Transportes, empresa que entrega excelência no ramo do transporte rodoviário há mais de 90 anos.

 

A Picorelli Transportes atua há mais de 90 anos no ramo de transporte rodoviário, sendo a primeira empresa em atividade no Brasil. Em todo esse tempo, nos tornamos especialistas no transporte, trabalhamos com eficiência na entrega de cargas fracionadas, entregas urgentes e carga lotação.

 

A qualidade do nosso trabalho é fonte da execução de nossos valores! E é sobre isso que vamos tratar neste artigo. Continue lendo para entender como os valores da Picorelli Transportes se alinham com a qualidade que entregamos.

 

Picorelli Transportes: conheça os nossos valores

Abaixo, confira os valores que movem a Picorelli Transportes e o que eles englobam. 

 

A vida em primeiro lugar

 

A vida de nossos colaboradores é valiosa – e este é um assunto que levamos a sério. Por isso, fazemos a nossa parte pela segurança nas estradas, o que contribui para a redução de acidentes e assegura a integridade física de nossos motoristas e de outros usuários das vias. 

 

Trabalhamos com medidas eficazes, como a adoção de tecnologias avançadas de rastreamento, treinamento adequado para os profissionais do setor e fiscalização dos veículos. Essas medidas são essenciais para criar um ambiente de transporte rodoviário mais seguro.

 

Por isso, colocamos a sua segurança e bem-estar como prioridade, além de oferecermos qualificações que garantem um bom trabalho. Essa é mais uma maneira de trabalhar rumo à excelência na entrega de cargas.

 

Gente que move a gente

 

Nossa empresa valoriza e entende que, para alcançarmos bons resultados, precisamos de pessoas engajadas e que apoiem nosso propósito. Estamos sempre em busca de profissionais qualificados e comprometidos com os valores da empresa. 

 

No contexto do transporte rodoviário de cargas, o espírito de liderança é fundamental para enfrentar os desafios dinâmicos e complexos inerentes a essa indústria. Um líder eficaz possui habilidades de tomada de decisão ágil, capacidade de gestão de crises e visão estratégica. 

 

A liderança no transporte rodoviário requer a habilidade de motivar equipes de motoristas e profissionais envolvidos, promovendo um ambiente de trabalho seguro, eficiente em que cada trabalhador entende seu papel e como ele é primordial para um serviço de qualidade. 

 

Responsabilidade

 

A responsabilidade no transporte rodoviário de cargas é um pilar fundamental para garantir a segurança das pessoas, integridade das mercadorias e confiança no sistema logístico. Os profissionais envolvidos devem agir com diligência para cumprir normas e regulamentações, assegurando que as mercadorias sejam transportadas de maneira eficiente e segura. 

 

Isso inclui a manutenção adequada dos veículos, o cumprimento de horários, a adoção de práticas de direção defensiva e a utilização de tecnologias que contribuam para a monitorização e rastreamento em tempo real. 

 

Sustentabilidade

 

A busca por alternativas e práticas mais ecológicas desempenha um papel vital na redução do impacto ambiental da indústria de transporte rodoviário. Isso inclui a utilização de veículos com menor emissão de poluentes, a otimização de rotas para redução do consumo de combustível e a adoção de tecnologias mais eficientes.

 

Abraçando a sustentabilidade no transporte de cargas, atuamos a favor do desenvolvimento de um futuro melhor – construído com base nos princípios ambientais.

 

Foco no cliente

 

O foco no cliente é um elemento essencial para o nosso sucesso operacional e para a construção de relações duradouras. Buscamos compreender as necessidades específicas dos clientes, desde requisitos de prazos até demandas personalizadas.

 

Buscamos proporcionar um serviço de qualidade, mantendo uma comunicação transparente, oferecendo visibilidade e informações detalhadas sobre o status das entregas. 

 

 

É com base nesses valores que buscamos ampliar nossa participação de mercado nos estados de Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo e nos tornar referência pelos níveis de excelência no transporte de cargas fracionadas e urgentes no setor industrial.

Conheça as tendências do transporte de cargas para 2024

Leia este blog para conferir as tendências do transporte de cargas para 2024 e estar por dentro das novidades do setor.

 

Você sabe quais são as tendências do transporte de cargas para 2024? A evolução digital faz com que muitas delas estejam relacionadas à tecnologia. No entanto, há ainda algumas tendências que envolvem a sustentabilidade e o bem-estar dos motoristas.

 

Neste artigo, a Picorelli separou algumas das principais tendências. Leia abaixo e esteja por dentro das novidades da área!

 

Tendências do transporte de cargas para 2024

Abaixo, confira as principais tendências do transporte de cargas para 2024.

 

Automação logística

 

A automação logística consiste na adoção de ferramentas de gestão que tornem os processos automáticos, garantindo mais facilidade no dia a dia.

 

O objetivo é oferecer mais liberdade às equipes, que podem focar em atividades mais complexas, além do relacionamento interpessoal.

 

ESG

 

As práticas de ESG (sigla para Environmental, Social and Governance – ou Ambiental, Social e Governança) no setor do transporte de cargas vêm ganhando forças nos últimos anos, e a previsão é de que o cenário continue assim!

 

Na sustentabilidade, a ideia é que essas ações impliquem a diminuição da emissão de gases poluentes na camada de ozônio. Entre as ações mais comuns, destacam-se a otimização de rotas, o compartilhamento dos fretes e a manutenção periódica dos caminhões. Tudo isso diminui a emissão de gases nocivos na atmosfera. Além de contribuir para a preservação do meio ambiente, a adoção de ações sustentáveis faz com que as empresas se destaquem no mercado.

 

Para impactar o setor social, é importante conscientizar os motoristas e investir em suas condições de trabalho. Também incluídos neste setor – e na governança – estão a redução de acidentes na estrada e dos impactos negativos para comunidades que vivem à beira das estradas, além da valorização da diversidade na equipe.

 

Big Data

 

Quando falamos em Big Data, nos referimos à geração e ao processamento de uma grande quantidade de dados, transformados em informação. Esse sistema permite que a empresa tenha mais informações sobre cada cliente, melhorando seus processos e avaliando a performance da equipe.

 

O que encontraremos em algumas décadas?

 

O futuro está logo ali – porém algumas realidades estão mais próximas que outras. Abaixo, falamos sobre algumas tendências que podem não se concretizar em 2024, mas estão a caminho.

 

Caminhões autônomos

 

Os constantes avanços digitais apontam o desenvolvimento e a implementação de tecnologias autônomas em veículos de transporte de carga. Ou seja, o surgimento de caminhões capazes de funcionar sem o controle e o manuseio humano.

 

Esse sistema funciona da seguinte forma: o motorista define o destino e os demais dados necessários, fazendo com que o veículo entenda o ambiente e realize o deslocamento por contra própria.

 

Empresas como Google, BMW e Renault já começaram o desenvolvimento desses equipamentos, que ainda precisam de ajustes referentes à segurança. O objetivo final é promover a eficiência e reduzir os custos operacionais.

 

Robótica

 

Ainda falando de tecnologia, uma das principais tendências no transporte de cargas é a implementação de robôs para diversas funções, sendo as principais o carregamento e o descarregamento dos veículos.

 

Essa realidade é alcançada através da mobilidade habilitada por giroscópios, tecnologias de mapeamento e autonomia de processamento. O reconhecimento das cargas pelos robôs pode influenciar a eficiência e a redução de falhas, além dos custos.

 

Inteligência Artificial

 

Cada vez mais, a Inteligência Artificial (IA) está se inserindo no mercado de trabalho e exigindo empregos especializados nesse assunto. E é claro que o setor de transportes está incluso nisso.

 

Um estudo da Universidade da Pensilvânia aponta que a disseminação dessa tecnologia deve modificar grande parte de todos os empregos do planeta. Isso significa que os trabalhadores precisarão aprender as técnicas de IA, com base em muito estudo e treinamento.

 

Agora que você conhece as tendências em transporte de cargas, está preparado para atuar na área da melhor forma em 2024. Acompanhe o blog da Picorelli Transportes para ficar por dentro desse e de outros assuntos relacionados ao transporte de cargas.

 

Transporte de cargas urgentes: entenda mais sobre a modalidade

O transporte de cargas urgentes envolve uma série de adaptações e processos que garantem a chegada da mercadoria ao seu destino com urgência. Esse imediatismo pode ser por conta de várias razões, como compromissos comerciais, prazos de clientes ou situações inesperadas.

 

Leia o artigo abaixo para entender melhor sobre as cargas urgentes e quais processos são adotados nessa modalidade.

 

O que são cargas urgentes?

Cargas urgentes referem-se a mercadorias ou produtos que precisam ser transportados e entregues em um prazo mais curto do que o normal.

 

Empresas e indústrias muitas vezes recorrem ao transporte de cargas urgentes quando há uma demanda imediata por determinados produtos ou materiais. Isso pode envolver o uso de serviços de transporte expresso ou métodos de entrega mais rápidos, como fretamento de aeronaves ou transporte de carga expressa por caminhões.

 

Além disso, empresas que lidam regularmente com prazos apertados ou produção just in time, muitas vezes, dependem desses serviços para garantir a entrega rápida de mercadorias essenciais.

 

O transporte de cargas urgentes na Picorelli

Na Picorelli, compreendemos a importância da eficiência no transporte de cargas urgentes. Nosso compromisso é oferecer um serviço diferenciado para atender às demandas com agilidade e garantir a satisfação de nossos clientes. Abaixo, apresentamos o processo de como funciona este serviço.

 

  1. Contato:
    Quando um cliente precisa de uma entrega urgente, ele entra em contato diretamente com o setor comercial da Picorelli. Nesse momento, a priorização do atendimento é estabelecida, reconhecendo a urgência da carga em questão. Nosso time está preparado para lidar com situações emergenciais, assegurando que a comunicação seja eficiente e ágil.
  2. Planejamento:
    Assim que recebemos a demanda, nossa equipe inicia o processo com a elaboração do orçamento e a análise das estratégias necessárias para atender à solicitação. Estabelecemos prazos e planejamos as rotas mais eficientes para garantir a entrega no menor tempo possível. Considerando a natureza da mercadoria, as peculiaridades da entrega e as necessidades específicas do cliente, oferecemos a opção de utilizar um veículo parcial ou totalmente dedicado. A operação pode ocorrer, inclusive, fora do horário comercial
  3. Fechamento:
    Após a definição do plano logístico, entramos em contato com o remetente e destinatário para fornecer as informações necessárias. Esse processo garante transparência e comunicação eficaz entre todas as partes envolvidas, mantendo todos informados sobre o andamento da entrega.
  4. Acompanhamento:
    Durante o trajeto, dependendo do valor de nota da mercadoria, o veículo é monitorado em tempo real e, em alguns casos, com escolta armada. Utilizamos sistemas de geolocalização para rastreamento preciso, além de mantermos contato direto com o motorista. Essa abordagem permite ajustes em tempo real, garantindo que imprevistos sejam prontamente solucionados e que a entrega ocorra conforme o planejado.

 

Exemplos de Cargas Urgentes:
Nos especializamos em atender cargas como peças industriais, lotes emergenciais e qualquer situação que demande maior agilidade devido a prazos apertados. Em situações específicas, como movimentações de Natal, Ano Novo, férias coletivas de fornecedores e imprevistos em máquinas e equipamentos, nossa solução de coletas expressas e transporte dedicado se destaca, garantindo o melhor serviço independentemente da época do ano.

 

Na Picorelli, entregamos não apenas cargas, mas também confiança e comprometimento. Conte conosco para suas entregas urgentes e experimente a excelência em logística que fazemos questão de proporcionar. Clique aqui para conhecer todos os nossos serviços e fale conosco.

 

 

4 passos para o gerenciamento de riscos no transporte de cargas

Um transporte de cargas de qualidade, eficiente e seguro precisa contar com um bom gerenciamento de riscos.

 

Isso significa saber identificar possíveis problemas e saber agir para mitigá-los, garantindo um serviço de excelência.

 

Neste artigo, a Picorelli separou os quatro passos fundamentais para a montagem de um sistema de gerenciamento de riscos eficiente.

 

Continue lendo para descobrir quais são.

 

 

O que é gerenciamento de riscos?

Chamamos de “gerenciamento de riscos” o processo sistemático de identificação, avaliação e controle de eventos ou situações que podem afetar uma empresa de forma adversa.

 

O sistema serve para minimizar a probabilidade da ocorrência desses eventos.

 

Além disso, é possível reduzir o impacto da situação, caso ela ocorra.

 

4 passos para o gerenciamento de riscos no transporte de cargas

O gerenciamento de riscos no transporte de cargas é essencial para garantir a segurança e a eficiência das operações.

 

Abaixo, confira quatro passos que podem ajudar a implementar um sólido sistema de gerenciamento de riscos.

 

Identificação de riscos

 

Realize uma análise detalhada de todas as etapas do processo de transporte de cargas para identificar possíveis fontes de riscos.

 

Isso pode incluir fatores como condições climáticas, tipo de carga, escolha de rotas mais seguras e manutenção dos veículos.

 

Avaliação de riscos

 

Após identificar os riscos, chegou a hora de avaliar sua probabilidade de ocorrência e o impacto potencial sobre a operação.

 

Isso ajudará a classificar os riscos em termos de sua gravidade e prioridade de tratamento.

Implementação de medidas de controle

 

Desenvolva e implante medidas de controle para mitigar os riscos identificados.

 

Isso pode incluir a implementação de políticas de segurança, treinamento de motoristas, manutenção preventiva dos veículos, monitoramento de condições de estrada, escolha de rotas seguras, câmeras nos CDs e caminhões, limitar viagens sem monitoramento a um valor máximo de mercadorias, consultar o motorista em banco de dados da seguradora, entre outras medidas.

 

O conjunto dessas estratégias e procedimentos que a empresa adota para mitigar os impactos de possíveis sinistros é chamado de Plano de Gerenciamento de Riscos (PGR), que deve ser cumprido integralmente em todos os embarques.

 

Não obedecer ao PGR faz com que a seguradora negue o pagamento da indenização, em caso de sinistro.

 

Monitoramento e revisão contínua

 

Estabeleça um sistema de monitoramento e revisão contínua para acompanhar o desempenho das medidas de controle do PGR.

 

O sistema também pode identificar novos riscos à medida que estes surgirem. Faça ajustes conforme necessário para manter a eficácia do sistema de gerenciamento de riscos.

 

Com isso, essa estratégia deve ser uma parte integrante das operações de transporte de cargas.

 

Mais do que isso, este deve ser constantemente atualizado e aprimorado para garantir a segurança e a eficiência das operações. Clique aqui para conhecer os serviços da Picorelli Transportes.

 

Movimentação de cargas: como evitar os riscos no final do ano

A movimentação de cargas é um processo crucial para a logística e a cadeia de suprimentos das empresas.

 

Isso porque seu objetivo é que os produtos sejam entregues com segurança, integridade e dentro do prazo.

 

No entanto, o final do ano pode ser um período desafiador para o setor.

 

Nessa época, a demanda de mercadorias costuma aumentar, graças ao Natal e ao Ano Novo.

 

No blog de hoje, vamos falar mais sobre o assunto.

 

Continue lendo para saber mais e conferir algumas dicas de como evitar riscos à sua carga.

 

O que é a movimentação de cargas?

A movimentação de cargas se refere ao processo de transporte e manuseio de mercadorias, materiais ou objetos de um local para outro.

 

Esse processo envolve a utilização de equipamentos e técnicas específicas para garantir que as mercadorias sejam transferidas com segurança e eficiência.

 

Alguns exemplos de equipamentos e técnicas de movimentação de cargas incluem empilhadeiras, guindastes, esteiras transportadoras e paleteiras.

 

Ela também desempenha um papel importante na eficiência e produtividade de diversas indústrias.

 

Uma movimentação de cargas eficaz pode reduzir custos e aumentar a velocidade de transporte de mercadorias!

 

Aumento na demanda

 

Durante o final do ano, há um aumento significativo na demanda por produtos, devido a eventos como o Natal e o Ano Novo, bem como a promoções e descontos associados à temporada de compras de fim de ano, como a Black Friday e a Cyber Monday.

 

Isso leva a um aumento nas vendas de produtos de consumo, o que, por sua vez, gera um aumento na movimentação de cargas.

 

Por isso, as empresas precisam planejar e se adaptar para garantir que possam atender às necessidades dos consumidores durante esse período.

 

Logística de estoque

 

As empresas costumam se preparar com antecedência para atender à demanda sazonal, aumentando seus estoques de produtos.

 

Isso requer o recebimento e o armazenamento de grandes volumes de mercadorias em armazéns e centros de distribuição.

 

Transporte

 

O transporte de mercadorias se torna um aspecto crítico durante o final do ano.

 

As empresas utilizam uma variedade de modos de transporte, como caminhões, trens, navios e aviões, para garantir que os produtos cheguem aos varejistas e aos consumidores a tempo para as festas.

 

Logística reversa

 

Após a temporada de festas, a movimentação de cargas continua à medida que os clientes retornam produtos indesejados ou fazem trocas.

 

Isso requer um planejamento cuidadoso para lidar com o fluxo reverso de mercadorias.

 

Gestão de estoque em tempo real

 

Para atender às expectativas dos consumidores em relação aos prazos de entrega rápidos e à precisão de estoque, muitas empresas adotam tecnologias de rastreamento em tempo real e sistemas de gerenciamento de estoque avançados.

 

Como evitar os riscos de acidentes e danos?

Para evitar riscos na movimentação de carga no final do ano, é fundamental que as empresas adotem medidas de segurança e planejamento adequado, como:

 

Planejamento antecipado

 

Comece o planejamento para a temporada de festas com antecedência.

 

Isso inclui prever a demanda, coordenar aquisições de estoque, organizar rotas de transporte e contratar pessoal temporário, se necessário.

 

Treinamento e conscientização

 

Certifique-se de que todos os funcionários envolvidos na movimentação de cargas estejam devidamente capacitados.

 

Inspeção de equipamentos

 

Verifique regularmente todos os equipamentos usados na movimentação de cargas, como empilhadeiras, guindastes e caminhões, para garantir que estejam em boas condições de funcionamento.

 

Faça a manutenção preventiva e corrija quaisquer problemas identificados.

 

Uso de equipamentos adequados

 

Utilize equipamentos de movimentação de cargas adequados e dimensionados para a carga em questão.

 

Certifique-se de que os equipamentos estejam classificados para a capacidade de carga que serão utilizados.

 

Armazenamento seguro

 

Armazene produtos de forma segura, considerando o peso, a estabilidade e a compatibilidade dos itens.

 

Rastreamento em tempo real

 

Utilize sistemas de rastreamento em tempo real para monitorar o progresso das entregas e manter os clientes informados sobre o status de seus pedidos.

 

Isso ajuda a evitar atrasos e problemas de entrega.

 

Contingências e planos de contingência

 

Tenha planos de contingência em vigor para lidar com imprevistos, como avarias de equipamentos, condições meteorológicas adversas ou atrasos no transporte.

 

Isso permite uma resposta rápida a situações inesperadas.

 

Adotar essas medidas ajudará a reduzir os riscos associados à movimentação de cargas no final do ano, garantindo que as operações ocorram de forma segura e eficiente durante a temporada de festas.

 

Saiba mais sobre a Picorelli e o transporte de cargas clicando aqui.

A tecnologia no transporte de cargas: entenda seu impacto e confira os principais exemplos

Neste blog, leia sobre o impacto da tecnologia no transporte de cargas e conheça os principais exemplos de sistemas que auxiliam o setor.

 

Banner-topo-funil-ebook

 

Assim como todos os segmentos do mercado, o transporte de cargas foi altamente impactado pelos avanços digitais.

 

Esse desenvolvimento automatizou processos, aumentou a segurança e garantiu uma melhor relação entre empresas e clientes.

 

Pensando assim, fica fácil calcularmos a importância da tecnologia no transporte de cargas, sejam elas inteiras ou fracionadas.

 

Leia o artigo a seguir para entender mais sobre a evolução digital neste setor e conhecer os principais exemplos de tecnologias utilizadas.

 

A evolução e o impacto da tecnologia no transporte de cargas

A evolução da tecnologia teve um impacto significativo no transporte de cargas de várias maneiras.

 

Acima de tudo, esses desenvolvimentos contribuíram para a eficiência operacional.

 

Isso porque, hoje em dia, existem sistemas e softwares que ajudam a planejar rotas mais eficientes, economizando tempo e combustível.

 

Houve, também, melhorias na segurança.

 

Esses avanços permitem o rastreio de objetos e o monitoramento da frota durante todo o trajeto.

 

Isso garante a integridade da carga e a satisfação dos consumidores.

 

A tecnologia também ajuda a tornar o transporte de carga mais sustentável.

 

Veículos elétricos e híbridos, juntamente com soluções de logística verde, estão reduzindo as emissões de carbono.

 

Há ainda a integração de dados, que melhora a coordenação entre fornecedores, transportadores e destinatários, reduzindo atrasos e erros.

 

Essas inovações continuam a moldar o futuro do transporte de mercadorias, à medida que novas tecnologias, como a automação, continuam a se desenvolver e se integrar às operações logísticas.

 

Tecnologia no transporte de cargas: entenda quais mais auxiliam as empresas

Abaixo, veja alguns exemplos das principais tecnologias que auxiliam no transporte de cargas.

 

contratar uma transportadora

 

Monitoramento em tempo real

 

Contar com a tecnologia é contar com sistemas capazes de monitorar a sua frota, de forma ágil e segura.

 

Isso aumenta a confiabilidade da sua empresa, contribuindo para sua produtividade e competitividade no mercado.

 

Rastreio de encomendas

 

Hoje em dia, todas as transportadoras oferecem o rastreio de encomendas a seus clientes.

 

Essa é uma forma de manter o consumidor a par da localização do produto e da previsão de chegada, garantindo a transparência da empresa.

 

Radiofrequência

 

A radiofrequência permite que a frota seja acompanhada durante todo o trajeto, mesmo em locais sem sinal de internet, como túneis e subsolos.

 

Esse serviço é essencial para garantir o monitoramento da carga e, assim, sua segurança.

 

Big Data e Analytics

 

O uso de big data e análise avançada de dados trazem inúmeros benefícios às empresas.

 

Além de otimizar rotas, permitem o planejamento da capacidade da frota e uma melhor previsão da demanda.

 

Sistemas de Gestão de Transporte (TMS)

 

Os TMS são soluções de software que ajudam as empresas a planejarem e executarem as operações de transporte de forma eficiente, gerenciando itinerários, alocação de recursos e documentação.

 

A Picorelli Transportes utiliza a tecnologia no transporte de cargas, garantindo a proteção da mercadoria e a agilidade do serviço.

 

Clique aqui para saber mais sobre a empresa.

Documentos de transporte de cargas: entenda para que servem e conheça os essenciais

Entenda mais sobre os documentos de transporte de cargas, sua importância em qualquer trajeto e os principais processos obrigatórios na estrada.

 

contratar uma transportadora

 

O transporte rodoviário de mercadorias é amplamente utilizado no Brasil graças ao grande número de estradas que ligam todo o nosso país.

 

E, para que esse serviço seja executado de forma legal, há uma série de documentos de transporte de cargas que são exigidos em qualquer trajeto.

 

Para evitar multas ou punições, é importante que a transportadora saiba quais são e os tenha sempre em mãos.

 

Neste blog, falamos sobre a importância dessa documentação e listamos os principais processos para o transporte de mercadorias.

 

Continue lendo para saber mais.

 

Documentos de transporte de cargas: para que servem?

Os documentos de transporte de cargas são essenciais para comprovar a movimentação das mercadorias.

 

Ou seja, garantem a segurança dos produtos durante todo o transporte, além de garantir o cumprimento das exigências legais por parte da transportadora.

 

Esses documentos costumam conter dados sobre o remetente, o destinatário, o produto, a quantidade de itens e o valor da carga.

 

A maior parte dessa documentação é emitida pela empresa contratante. Já a empresa responsável pelo transporte precisa estar com os registros em mãos durante todo o trajeto.

 

Documentos de transporte de cargas: conheça os essenciais

Agora que você já entendeu a importância da presença dos documentos de transporte de cargas, é hora de conhecer alguns dos principais em qualquer trajeto.

 

Veja abaixo:

 

Nota Fiscal Eletrônica (NF-e)

 

A Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) documenta a ação de venda de mercadorias ou a prestação de serviços.

 

Ela é obrigatória para o registro oficial dessas operações tributárias.

 

Sua emissão, assim como seu armazenamento, é somente eletrônica, ou seja, conta com a assinatura digital do emitente e a autorização fornecida pelo órgão responsável da Unidade da Federação do contribuinte.

 

Isso facilita o acesso ao registro, cuja ausência pode resultar em multas.

 

Documento Auxiliar de Nota Fiscal Eletrônica (DANFE)

 

O Documento Auxiliar de Nota Fiscal Eletrônica (DANFE) nada mais é do que a representação gráfica da NF-e.

 

Ou seja, sua impressão auxilia na comprovação de entrega da mercadoria, ainda que não substitua o arquivo digital.

 

Conhecimento de Transporte Eletrônico (CT-e)

 

Enquanto os documentos citados acima são necessários em qualquer operação tributária, o Conhecimento de Transporte Eletrônico (CT-e) é específico da área de transporte de cargas interestaduais e intermunicipais.

 

Esse documento também é produzido e armazenado digitalmente, com assinatura digital do emissor da carga.

 

Ele substituiu o antigo Conhecimento de Transporte Rodoviário de Cargas (CTRC), que era impresso.

 

Documento Auxiliar do Conhecimento de Transporte Eletrônico (DACTE)

 

O Documento Auxiliar do Conhecimento de Transporte Eletrônico (DACTE) é a representação gráfica do CT-e.

 

No entanto, sua versão impressa auxilia no rastreamento dos itens transportados.

 

Além disso, costuma ser usado para a busca de dados sobre o CT-e no portal da Secretaria da Fazenda.

 

Manifesto Eletrônico de Documentos Fiscais (MDF-e)

 

O Manifesto Eletrônico de Documentos Fiscais (MDF-e) tem o objetivo de padronizar todos os processos em um único documento.

 

Isso facilita a fiscalização e garante mais rapidez nos registros.

 

Ele é emitido pela transportadora e deve ser gerado após o registro do CT-e.

 

Documento Auxiliar do Manifesto Eletrônico de Documentos Fiscais (DAMDFE)

 

Como o próprio nome já diz, esse documento serve como representação gráfica do MDF-e.

 

Apesar de não substituir o original, é essencial para o auxílio nas buscas na base de dados da Secretaria da Fazenda.

 

Além disso, o documento contém informações detalhadas sobre todo o trajeto.

 

Responsabilidade Civil do Transportador Rodoviário de Cargas (RCTR-C)

 

A transportadora é quem contrata o seguro de Responsabilidade Civil do Transportador Rodoviário de Cargas (RCTR-C), que serve para cobrir danos causados a terceiros durante o trajeto.

 

Vale ressaltar que esse é um seguro obrigatório, mesmo em casos em que o proprietário tenha o próprio seguro.

 

Código Identificador de Operação de Transporte (CIOT)

 

Quando realizamos o pagamento do frete, é gerada uma numeração chamada de Código Identificador de Operação de Transporte (CIOT).

 

Ele serve para fiscalizar o contrato e garantir o pagamento do valor do frete.

 

A Picorelli Transportes entende a importância dos documentos de transporte de cargas.

 

Por isso, nos certificamos de que todas as normas sejam cumpridas em qualquer processo de transporte de mercadorias.

 

Clique aqui para conhecer nossos serviços.

 

Transporte rodoviário no Brasil: entenda a importância da tecnologia para o sucesso do setor

O transporte rodoviário é o modo de transporte mais comum no Brasil devido ao nosso grande número de rodovias que conectam todo o país.

 

Apesar de ser uma realidade há muitas décadas, o setor atual vem passando por diversas transformações e melhorias, e o motivo disso é a tecnologia!

 

Para entender mais sobre o transporte rodoviário e como é impactado pelos avanços digitais, continue lendo este artigo.

 

O transporte rodoviário no Brasil

O Brasil é um dos maiores países do mundo em extensão de rodovias pavimentadas.

 

Nossos quase 1,8 milhões de quilômetros de estradas, entre rodovias federais e estaduais, conectam todas as regiões.

 

Essa realidade vem sendo construída desde o século XX, quando políticas públicas e a abertura do país para a indústria automobilística exigiram um grande investimento na expansão das rodovias.

 

Logo, o tipo de movimentação de carga mais utilizado por aqui é o transporte rodoviário.

 

A infraestrutura de nossas estradas permite o tráfego de diferentes tipos de veículos, desde o de pequeno porte até os caminhões de grande porte, os mais utilizados para o transporte de cargas.

 

contratar uma transportadora

 

O setor de transporte rodoviário e a tecnologia

O uso da tecnologia gera um impacto significativo e transformador no setor de transporte rodoviário.

 

É ela que proporciona melhorias em várias áreas, desde a eficiência operacional até a segurança e a experiência do cliente.

 

É com essas melhorias em mente que as empresas do setor vêm investindo na transformação digital de seu negócio.

 

Veja alguns dos benefícios que a tecnologia trouxe ao transporte rodoviário:

 

Gestão de frota

 

Para otimizar as rotas e garantir a segurança, as empresas de transporte rodoviário utilizam sistemas de gestão de frota baseados em GPS e telemática.

 

Tecnologia de logística inteligente

 

Há também a tecnologia de logística inteligente, com algoritmos avançados e softwares de roteirização.

 

Eles ajudam as empresas a planejar e otimizar as rotas de entrega, minimizando o tempo e o consumo de combustível e reduzindo os custos operacionais.

 

Manutenção preventiva

 

A manutenção preventiva dos veículos também é beneficiada.

 

Isso é feito através de sensores e análises avançadas que preveem falhas mecânicas e reduzem o tempo de inatividade.

 

Sustentabilidade

 

A tecnologia também desempenha um papel na busca por soluções de transporte mais sustentáveis, incluindo a eletrificação de frotas e a otimização de rotas para reduzir as emissões de carbono.

 

Treinamento de segurança baseado em tecnologia

 

A promoção da segurança no setor também se beneficiou com a evolução digital.

 

Tecnologias como a realidade virtual e as simulações on-line são utilizadas para a criação realista de cenários de condução.

 

Dessa forma, os motoristas podem se preparar para qualquer situação de emergência, de forma simples e segura.

 

Sistemas Inteligentes de Transporte (ITS)

 

Os Sistemas Inteligentes de Transporte (ITS) combinam tecnologias, como a análise de dados, a Internet das Coisas (IOT) e a conectividade da comunicação.

 

Isso significa a presença de tecnologias de assistência ao motorista, como alertas de colisão e controle de velocidade.

 

Além disso, esses sistemas podem até mesmo fazer uma intervenção automática para evitar acidentes.

 

Competitividade

 

A tecnologia permite que as empresas de transporte tenham acesso aos mesmos sistemas que as indústrias.

 

Isso aumenta a qualidade do serviço prestado e a confiabilidade perante ao cliente. Consequentemente, a competitividade da empresa frente ao mercado é beneficiada.

 

Essas inovações estão moldando o futuro do transporte rodoviário à medida que a indústria busca se adaptar às demandas em constante evolução dos clientes e às preocupações com sustentabilidade.

 

A adoção dessas práticas e tecnologias pode revolucionar o setor com a melhora na qualidade dos serviços e a redução de custos.

 

Agora que você já entende tudo sobre o transporte rodoviário, aprenda um pouco mais sobre as cargas fracionadas e seu papel no funcionamento da indústria têxtil.

 

Para conhecer os serviços da Picorelli Transportes, clique aqui.

Cargas fracionadas: os cuidados que devem ser tomados para uma operação eficiente

O principal objetivo de uma transportadora é levar a mercadoria de um ponto ao outro de maneira segura, garantindo a satisfação da empresa e do cliente final.

 

E uma das maneiras de fazer isso é através do transporte de cargas fracionadas.

 

Essa modalidade garante economia e agilidade no transporte de cargas e pode ser utilizada em diversos segmentos.

 

Neste artigo, entenda mais sobre o conceito de cargas fracionadas e saiba quais são os cuidados que devem ser tomados para uma operação eficiente.

 

O que são cargas fracionadas?

A logística de cargas fracionadas funciona da seguinte forma: diferentes empresas compartilham o espaço de apenas um veículo para o transporte de suas respectivas cargas.

 

Essa modalidade é ideal para organizações que precisam enviar produtos para outras cidades, mas que não contam com mercadorias o suficiente para preencher um veículo.

 

Dessa maneira, a empresa ocupa e paga somente pelo espaço necessário no caminhão.

 

Já o restante pode ser preenchido por mercadorias de outras firmas, dividindo os custos de transporte.

 

Carga fracionada x carga completa

 

Ao contrário da carga fracionada, a carga completa refere-se ao transporte de apenas uma mercadoria ou grandes volumes de encomendas com o mesmo destino, vindas da mesma empresa.

 

Dessa maneira, a empresa arca pelo valor total do frete.

 

Banner-topo-funil-mind-map

 

As vantagens do transporte de carga fracionada

Ao pagar somente pelo espaço ocupado em cada remessa de produtos, as empresas alcançam a redução de custos.

 

Essa é a principal vantagem do transporte de cargas fracionadas, influenciando na competitividade da empresa no mercado.

 

Outro grande benefício é a segurança.

 

Isso porque o transporte é feito com produtos similares, ainda que de empresas diferentes.

 

Assim, há a redução no risco de avarias, extravios ou contaminações.

 

Os desafios da logística de cargas fracionadas

O transporte de cargas fracionadas é ideal para diversos mercados de atuação e gera benefícios, tanto para as empresas quanto para a transportadora.

 

No entanto, ainda há alguns desafios que quem escolhe essa modalidade deve enfrentar. Os principais são:

 

Infraestrutura e segurança nas rodovias

 

O Brasil conta com inúmeras rodovias que conectam todos os cantos do país.

 

Por isso, o transporte rodoviário é o mais utilizado para a movimentação de carga, seja ela completa ou fracionada.

 

No entanto, nem todas as rodovias contam com a infraestrutura necessária para uma viagem sem preocupações.

 

Os obstáculos a serem superados incluem a falta de pavimentação e de sinalização em algumas estradas.

 

A falta de segurança também é uma preocupação, por conta do alto número de roubo de cargas no país.

 

Cobertura geográfica

 

O transporte de cargas fracionadas está cada vez mais comum, especialmente com a evolução digital.

 

No entanto, nem todas as transportadoras atendem à cobertura geográfica completa do país.

 

Nem sempre valerá a pena optar por essa modalidade, por conta do encarecimento do valor do frete.

 

Isso obrigará a empresa e a transportadora a arcarem com custos ainda maiores.

 

Banner-topo-funil-ebook

 

Cuidados importantes na gestão de cargas fracionadas

Os fatores citados acima são desafiadores. No entanto, podem ser neutralizados se as transportadoras seguirem alguns cuidados que garantem o sucesso das operações.

 

São eles:

 

Roteirização

 

O planejamento de rotas, ou a roteirização, são essenciais para uma operação logística otimizada.

 

Há sistemas de roteirização que auxiliam as empresas a determinarem seu caminho, considerando fatores como tempo, capacidade do veículo e custos com combustível.

 

Documentação completa

 

Para evitar complicações na viagem, é fundamental que todos os documentos relacionados a cada carga estejam completos e em ordem.

 

Isso inclui notas fiscais, conhecimentos de transporte, ordens de coleta e entrega, manifesto de transporte, entre outros.

 

A presença desses documentos mantém a conformidade legal e fiscal e agilizam processos de controle e rastreamento, além de garantir uma melhor comunicação com os envolvidos na cadeia logística.

 

Monitoramento

 

Os sistemas de rastreamento de frotas servem para acompanhar as viagens, mantendo a transportadora a par do status das mercadorias.

 

Dessa maneira, fica mais fácil identificar e resolver possíveis problemas e garantir a segurança da carga.

 

Treinamento de equipe

 

As transportadoras devem, também, investir na capacitação de seus profissionais.

 

Os colaboradores precisam estar treinados para o transporte seguro e responsável da carga.

 

Assim, há mais cuidado e agilidade em todo o processo.

 

Agora que você já sabe mais sobre o transporte de cargas fracionadas, entenda melhor sobre o acondicionamento de mercadorias e saiba como contratar uma transportadora.

 

Para contar com uma empresa de excelência no ramo de transporte de cargas, conheça a Picorelli.