Notícias do setor de transporte de cargas e logística


A Picorelli Transportes compartilha informações relevantes do nosso segmento.
Confira os nossos conteúdos completos.


Dia do Meio Ambiente: boas práticas no transporte de cargas


Promover a sustentabilidade e o equilíbrio ambiental tem se tornado cada vez mais essencial. As mudanças climáticas têm provocado grandes impactos, e toda a sociedade deve agir para contribuir com o futuro do planeta. E, no setor de transporte de cargas, a Picorelli tem feito a sua parte!

Aproveitamos as comemorações do Dia Mundial do Meio Ambiente, celebrado anualmente em 5 de junho, para reforçarmos a importância do desenvolvimento sustentável.

O surgimento do Dia Mundial do Meio Ambiente

O Dia Mundial do Meio Ambiente foi instituído pela Organização das Nações Unidas (ONU), na Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente Humano de 1972, em Estocolmo.

A Conferência de Estocolmo, como ficou conhecida, deu início a uma nova forma de enxergar as questões ambientais, além de estabelecer diretrizes para a política ambiental em todo o mundo.

As ações que fazem a diferença no meio ambiente

Diminuir os impactos ambientais em nosso planeta exige mais do que planos, mas práticas concretas que ajudem na sua preservação.

Conter a poluição atmosférica, otimizar os recursos naturais e promover a eficiência energética são algumas das ações essenciais para chegarmos mais longe na missão de criarmos um mundo mais sustentável.

E aqui, na Picorelli Transportes, assumimos o compromisso de realizar serviços de transporte de cargas com qualidade e responsabilidade ambiental.

Picorelli: referência em boas práticas ambientais

Na Picorelli, temos como ponto fundamental de nossos negócios o alinhamento entre a tecnologia, a segurança e o meio ambiente.

Somos especializados em serviços com cargas fracionadas e lotação seca, tendo como princípio a qualidade e a eficiência. 

Por isso, temos nos destacado como uma das principais empresas sustentáveis do setor de transportes, contribuindo com a melhoria da qualidade do ar e com o uso racional de combustíveis.

Por meio dessas boas práticas, recebemos por quatro anos consecutivos a premiação na Categoria Ouro no Melhor Ar (2018, 2019, 2020 e 2021), organizada pela Federação de Empresas de Transporte de Cargas de Minas Gerais (Fetcemg), em parceria com o programa Despoluir, desenvolvido pela Confederação Nacional de Transporte (CNT).

E não paramos por aí! Seguimos nos desenvolvendo e trilhando o nosso caminho para transportar com ainda mais qualidade, tecnologia e sustentabilidade.

Para saber mais sobre os nossos serviços, entre em contato conosco!

Maio Amarelo: segurança no transporte de cargas


O Movimento Maio Amarelo vem para chamar a atenção para a segurança nas estradas. Neste ano, o tema é “Juntos salvamos vidas”. O movimento busca conscientizar condutores, pedestres, motociclistas e ciclistas sobre os riscos de acidentes. E o transporte de carga é uma área fundamental para a campanha.

O modal rodoviário é o mais utilizado no Brasil e, por isso, exige cuidados especiais e responsabilidade por parte dos condutores e das empresas. Além disso, existem medidas de segurança essenciais que podem ser adotadas para diminuir os riscos de acidentes.

Em 2021, foram registradas 63.447 ocorrências acidentais nas rodovias brasileiras (Fonte: Polícia Rodoviária Federal).

Por isso, construir um trânsito melhor e menos perigoso é uma tarefa que exige o comprometimento de todos. Assim, adotar o comportamento seguro nas estradas faz toda a diferença. Saiba mais neste artigo!

O movimento Maio Amarelo

A campanha Maio Amarelo tem o intuito de mobilizar a população em prol das atitudes seguras no trânsito.

As ações são coordenadas entre o Poder Público e a sociedade civil, com participação de órgãos governamentais, associações civis, entidades de classe e companhias privadas.

O objetivo é compartilhar informações e propagar conhecimento nas mais diversas esferas da sociedade em relação ao tema. Além disso, o movimento busca engajar a população para a adoção de comportamentos seguros nas estradas.

Assim, será possível diminuir o índice de acidentes e tornar o trânsito mais pacífico. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), a taxa de mortalidade no trânsito deve chegar a 2,4 milhões de pessoas em 2030, caso nenhuma atitude seja tomada. Para diminuir essas projeções é que o Maio Amarelo existe.

E um ponto fundamental dentro dessas ações é a segurança no transporte rodoviário de carga. O Brasil possui uma alta demanda de transporte de mercadorias, e grande parte é realizada por meio das rodovias.

O deslocamento de cargas apresenta uma série de desafios. Dessa maneira, é essencial entender quais são os riscos e colocar em prática as atitudes que minimizem os acidentes. E, na Picorelli Transportes, estamos juntos para fortalecer esse movimento!

Segurança no transporte de cargas

O sistema logístico do transporte de cargas exige bastante preparo, tanto das empresas responsáveis quanto dos motoristas dos veículos.

Por isso, é essencial que as situações perigosas sejam minimizadas. A precariedade das estradas e a ocorrência de acidentes são alguns dos principais problemas enfrentados nas rodovias.

Para isso, é necessário compreender os perigos e tomar medidas que tornem os trajetos mais seguros. Veja algumas delas:

Plano de gerenciamento de riscos

Um dos principais desafios do transporte rodoviário de cargas são as situações imprevisíveis, muito comuns no setor.

Realizar um planejamento de rotas, por exemplo, pode ajudar o motorista a evitar más condições na estrada, como chuvas e estradas esburacadas.

Na Picorelli, essas ações têm feito a diferença, e não registramos acidentes de trânsito nos últimos 12 meses.

Sistema de monitoramento remoto

O monitoramento remoto da frota é uma forma muito efetiva de garantir a segurança do transporte de mercadorias e também dos motoristas.

Os dispositivos de GPS com monitoramento via satélite permitem o acompanhamento em detalhes da localização do caminhão de carga.

Além disso, existem tecnologias que gerenciam a velocidade do veículo e controlam o acionamento remoto da ignição, por exemplo.

Aqui, na Picorelli, acompanhamos semanalmente a velocidade de nossos veículos de viagem, além de monitorarmos as jornadas e os intervalos de descanso dos motoristas.

Manutenção preventiva dos caminhões

Realizar a manutenção periódica dos caminhões é uma parte fundamental para garantir a segurança nas estradas.

A falha em algum componente mecânico pode ocasionar acidentes, colocando a vida dos motoristas e de outros condutores em risco. Além disso, a quebra de caminhões nas estradas é uma das principais causas de bloqueios nas pistas.

Por isso, é essencial estabelecer um calendário de manutenções preventivas nos diversos sistemas mecânicos para manter o caminhão rodando com toda a segurança.

Treinamentos da equipe

O preparo dos motoristas para as situações de risco nas estradas é outra ação que previne acidentes nas rodovias.

Assim, realizamos treinamentos periódicos de reciclagem de direção defensiva junto ao SEST SENAT para que nossos profissionais conduzam com cautela e estejam aptos a lidarem com situações adversas.

A Picorelli apoia a campanha Maio Amarelo e oferece serviços de qualidade de transporte de cargas. Somos especializados em transporte de carga fracionada e cargas urgentes.

A segurança faz parte dos nossos valores, e a nossa missão é “Transformar distâncias em soluções ágeis, seguras e inovadoras”.

Por isso, trabalhamos há mais de 90 anos com eficiência e confiabilidade para toda a cadeia produtiva da indústria!

O que é B2B?


As expressões B2B e B2C determinam o tipo de cliente para o qual um produto ou serviço é destinado. No caso do B2B (Business to Business), as transações são feitas entre duas empresas. Ou seja, uma empresa que presta serviço ou vende algo para outra. Já o B2C (Business to Commerce) a venda é feita para o consumidor final, tendo como objetivo apenas o consumo. 

Para o modelo B2B pode-se definir como um negócio de empresa para empresa, em que uma é o fornecedor e a outra é o cliente. O principal fator que difere o que é B2B do modelo B2C está justamente no tipo de cliente que adquire o produto ou serviço. A escolha entre B2B ou B2C é de extrema importância, pois determina ainda quais serão as estratégias adotadas para estabelecer um relacionamento com os clientes e aumentar as vendas. 

Quando se trata do transporte, podemos encontrar algumas diferenças para as empresas que trabalham com um tipo de modelo ou com o outro. 

  • Os transportes em B2B geralmente ocorrem levando-se em consideração um certo nível de “urgência” para atendimento aos clientes. Isto ocorre devido a possibilidade da entrega do pedido dentro do prazo ser um requisito para que a produção do cliente não seja interrompida por falta de materiais. A modalidade business to business possui uma tendência para pedidos maiores no formato de lotação. Porém, entende-se também que o transporte de cargas fracionadas para o B2B possa ser uma modalidade interessante para que as empresas facilitem os processos de entregas, ainda mais com cargas que não ocupam todo espaço do veículo. Isso facilitará o sistema de distribuição de suas mercadorias de modo a reduzir os seus respectivos custos e mantendo-se toda a qualidade e segurança necessária. Vale lembrar que uma das mais relevantes vantagens do transporte de cargas fracionadas refere-se aos custos dos fretes nessa modalidade, que por sua vez, costumam ser mais em conta dado que os mesmos são divididos entre os clientes que estão sendo atendidos, diminuindo assim, os custos das operações.
  • Os transportes em B2C trabalham, na maioria das vezes, com cargas de pequeno porte e em maior número. Este fato torna possível o aproveitamento da melhor forma a capacidade da frota, destinando mais de um veículo para a realização das entregas. Dessa forma, os fretes podem ser diferenciados em fracionados ou enquadrados na modalidade lotação, ambos buscando a forma mais eficaz para a otimização da operação. 

Devido a estas diferenças, não podemos definir um modelo de transporte “único” que seja o ideal para cada um destes dois tipos de atendimento. No caso dos modelos B2B, em cada tipo de negócio existem particularidades relacionadas ao tipo de produto, atendimento, demanda, especificações técnicas e necessidade de reposição que deverão ser levados em consideração no momento da opção do tipo de transporte. Por sua vez, o modelo B2C, apesar de ter uma tendência para atuação com modelos de transportes fracionados, também poderá optar por transportes via lotação de acordo com as especificações do transporte a ser realizado.

A Picorelli Transportes possui foco no atendimento ao mercado B2B. Se sua empresa precisa de prazo e comprometimento, veja nossas cidades atendidas pelo nosso site e entre em contato! 

Fonte:

BSOFT, Confira o que é o modelo de distribuição B2B e suas especificações; Disponível em: https://bsoft.com.br/blog/distribuicao-b2b/Acesso em 02 de maio de 2021



2022 Picorelli Transportes. É proibida a reprodução do conteúdo dessa página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a autorização escrita da Picorelli Transportes.