Transporte de carga fracionada: como funciona?

31/ 10/ 2019

O setor de logística de uma transportadora pode contar com diversas modalidades de transporte. Uma das principais e mais procuradas é o transporte de carga fracionada, que atende às empresas que precisam enviar mercadorias em pouca quantidade. 

Essa é uma opção excelente para quem procura por serviços de transporte que sejam eficientes e econômicos ao mesmo tempo. Neste artigo vamos te mostrar como funciona esse tipo de logística. Continue a leitura para conferir!

O que é transporte de carga fracionada?

Transporte de carga fracionada é aquele em que um mesmo veículo transporta diversas mercadorias, de vários segmentos e de diversos clientes, que têm como destino a mesma região.  

Como a carga não ocupa todo o espaço do veículo, o cliente paga um preço referente apenas ao espaço ocupado por sua mercadoria. Para que você entenda como funciona um transporte de carga fracionada, imagine que você mora em Juiz de Fora (MG) e necessita enviar um cosmético que você vende para um cliente que mora em São Paulo (SP). 

Como seu objeto é pequeno demais em relação à quantidade que o veículo comporta, é possível que a transportadora reúna muitos outros produtos que seguem a mesma linha do seu no mesmo caminhão. Dessa forma, os custos do frete podem ser repartidos entre você e os outros clientes que vão compartilhar o mesmo transporte. 

Depois de selecionadas todas as mercadorias, elas são coletadas e levadas para o depósito da transportadora, onde elas são organizadas e embarcadas nos veículos para seus respectivos destinos. Para que o processo seja o mais eficiente possível, é feito um planejamento de rota que atenda às demandas de todos os clientes. 

Rastreamento em tempo real

Para garantir a segurança do transporte e passar confiança ao cliente, é importante contar com um rastreador. A Picorelli Transportes, por exemplo, fornece informação em tempo real para seus clientes por meio de rastreamento online.

Carga fracionada x carga completa

Além do transporte de carga fracionada, existe também o transporte de carga completa, chamado também de carga lotação. Apesar das diferenças muito claras entre eles, ainda há quem não saiba identificar qual é o ideal para a sua mercadoria. 

A carga completa é aquela que é enviada sozinha, independente se ocupa ou não todo o espaço disponível no veículo. Apesar de mais caro, esse tipo de transporte é necessário em certas situações, como àquelas em que o produto transportado é químico e quando as cargas são perigosas. 

Geralmente, o serviço de carga lotação é solicitado em negociações B2B, enquanto a modalidade de carga fracionada é utilizada tanto para B2B, quanto para B2C. 

Quando optar pela logística de carga fracionada

Se o seu negócio comercializa produtos variados e atende à clientes de diversas regiões, a logística de carga fracionada é a ideal para você. Principalmente se você costuma enviar mercadorias em pouca quantidade para os clientes finais. 

Essa também é uma excelente alternativa para quem busca reduzir os custos com transporte, já que o compartilhamento com cargas de outros clientes reduz o preço do frete. 

Viu o quanto a logística de carga fracionada proporciona benefícios tanto para o fornecedor quanto para os clientes? 

Como escolher a transportadora ideal

Para que todo o processo de transporte da sua carga seja ágil e eficiente, é fundamental contar com uma transportadora que tenha profissionais capacitados, uma boa infraestrutura e sistemas tecnológicos que facilitam a vida dos clientes. 

É pensando em tudo isso que a Picorelli Transportes disponibiliza uma plataforma na qual é possível utilizar serviços, como rastreamento, coleta e cotação, tudo isso online. Clique aqui e faça agora mesmo uma cotação do transporte da sua carga.  

Leia Também


O que é B2B?

As expressões B2B e B2C determinam o tipo de cliente para o qual um produto ou serviço é destinado. No caso do B2B (Business to Business), as transações são feitas entre duas empresas. Ou seja, uma empresa que presta serviço ou vende algo para outra. Já o B2C (Business to Commerce) a venda é feita para o consumidor final, tendo como objetivo apenas o consumo. 

Para o modelo B2B pode-se definir como um negócio de empresa para empresa, em que uma é o fornecedor e a outra é o cliente. O principal fator que difere o que é B2B do modelo B2C está justamente no tipo de cliente que adquire o produto ou serviço. A escolha entre B2B ou B2C é de extrema importância, pois determina ainda quais serão as estratégias adotadas para estabelecer um relacionamento com os clientes e aumentar as vendas. 

Quando se trata do transporte, podemos encontrar algumas diferenças para as empresas que trabalham com um tipo de modelo ou com o outro. 

  • Os transportes em B2B geralmente ocorrem levando-se em consideração um certo nível de “urgência” para atendimento aos clientes. Isto ocorre devido a possibilidade da entrega do pedido dentro do prazo ser um requisito para que a produção do cliente não seja interrompida por falta de materiais. A modalidade business to business possui uma tendência para pedidos maiores no formato de lotação. Porém, entende-se também que o transporte de cargas fracionadas para o B2B possa ser uma modalidade interessante para que as empresas facilitem os processos de entregas, ainda mais com cargas que não ocupam todo espaço do veículo. Isso facilitará o sistema de distribuição de suas mercadorias de modo a reduzir os seus respectivos custos e mantendo-se toda a qualidade e segurança necessária. Vale lembrar que uma das mais relevantes vantagens do transporte de cargas fracionadas refere-se aos custos dos fretes nessa modalidade, que por sua vez, costumam ser mais em conta dado que os mesmos são divididos entre os clientes que estão sendo atendidos, diminuindo assim, os custos das operações.
  • Os transportes em B2C trabalham, na maioria das vezes, com cargas de pequeno porte e em maior número. Este fato torna possível o aproveitamento da melhor forma a capacidade da frota, destinando mais de um veículo para a realização das entregas. Dessa forma, os fretes podem ser diferenciados em fracionados ou enquadrados na modalidade lotação, ambos buscando a forma mais eficaz para a otimização da operação. 

Devido a estas diferenças, não podemos definir um modelo de transporte “único” que seja o ideal para cada um destes dois tipos de atendimento. No caso dos modelos B2B, em cada tipo de negócio existem particularidades relacionadas ao tipo de produto, atendimento, demanda, especificações técnicas e necessidade de reposição que deverão ser levados em consideração no momento da opção do tipo de transporte. Por sua vez, o modelo B2C, apesar de ter uma tendência para atuação com modelos de transportes fracionados, também poderá optar por transportes via lotação de acordo com as especificações do transporte a ser realizado.

A Picorelli Transportes possui foco no atendimento ao mercado B2B. Se sua empresa precisa de prazo e comprometimento, veja nossas cidades atendidas pelo nosso site e entre em contato! 

Fonte:

BSOFT, Confira o que é o modelo de distribuição B2B e suas especificações; Disponível em: https://bsoft.com.br/blog/distribuicao-b2b/Acesso em 02 de maio de 2021



2021 Picorelli Transportes. É proibida a reprodução do conteúdo dessa página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a autorização escrita da Picorelli Transportes.