Por que o Transporte Rodoviário é o Mais Usado no Brasil

20/ 11/ 2019

Para o funcionamento do mercado industrial é necessária a distribuição de mercadorias e bens de consumo por todo o país. Atualmente o transporte rodoviário é o mais usado no Brasil para a movimentação desses produtos. Isso porque ele apresenta as maiores vantagens quando comparado aos outros meios. Continue a leitura para entender por que ele é o mais utilizado.

O cenário do transporte rodoviário no Brasil

A demanda pelo transporte de cargas é muito grande no Brasil e para que as coisas funcionem perfeitamente é preciso contar com um serviço de transporte eficaz. Para locomover uma carga de um lugar a outro existem diversos meios, seja de avião, de balsa, de trem ou caminhão. Esses cinco modelos são utilizados atualmente pelo setor de transporte de cargas, mas o rodoviário é significativamente o mais utilizado. 

De acordo com a Pesquisa Custos Logísticos feita pela Fundação Dom Cabral, 75% de toda produção do país é transportada por rodovias. Isso quer dizer que a maior parte do abastecimento e distribuição de cargas é feito por veículos do transporte rodoviário. Mas por que o Brasil depende tanto desse meio? Isso pode ser explicado ao comparar os benefícios dele com os outros modelos. Entenda mais a seguir!

Transporte rodoviário: por que o mais utilizado?

Como falado anteriormente, o maior fluxo de transporte de cargas é feito por estradas e rodovias. Um dos grandes motivos é a falta de infraestrutura dos outros meios ao longo da história do país. Mas, além disso, o transporte rodoviário apresenta muitas vantagens. Veja algumas:

  • Agilidade e rapidez
  • Baixo risco de danos 
  • Entrega direta ao cliente, que não precisa buscá-la em terminais ferroviários ou portos
  • Acessibilidade aos diversos tipos de relevo da região sul e sudeste
  • Facilidade de rastreamento da sua carga

Existem também vantagens de se fazer seu transporte com a Picorelli. Vamos listar algumas delas:

  • Cotação online
  • Coleta online (maior comodidade e rapidez)
  • Rastreamento online de alta precisão
  • Atendimento em mais de 1500 cidades da região sul e sudeste
  • Propostas diferenciadas para clientes frequentes
  • Eficiência no atendimento de cargas fracionadas
  • Entregas urgentes
  • 88 anos de experiência

Então, se sua empresa precisa de transporte para toda cadeia produtiva do setor industrial, deste a matéria prima até equipamentos, solicite uma cotação online com segurança, agilidade e comodidade.

Também atendemos a pequenos volumes para o comércio.

Leia Também


O que é B2B?

As expressões B2B e B2C determinam o tipo de cliente para o qual um produto ou serviço é destinado. No caso do B2B (Business to Business), as transações são feitas entre duas empresas. Ou seja, uma empresa que presta serviço ou vende algo para outra. Já o B2C (Business to Commerce) a venda é feita para o consumidor final, tendo como objetivo apenas o consumo. 

Para o modelo B2B pode-se definir como um negócio de empresa para empresa, em que uma é o fornecedor e a outra é o cliente. O principal fator que difere o que é B2B do modelo B2C está justamente no tipo de cliente que adquire o produto ou serviço. A escolha entre B2B ou B2C é de extrema importância, pois determina ainda quais serão as estratégias adotadas para estabelecer um relacionamento com os clientes e aumentar as vendas. 

Quando se trata do transporte, podemos encontrar algumas diferenças para as empresas que trabalham com um tipo de modelo ou com o outro. 

  • Os transportes em B2B geralmente ocorrem levando-se em consideração um certo nível de “urgência” para atendimento aos clientes. Isto ocorre devido a possibilidade da entrega do pedido dentro do prazo ser um requisito para que a produção do cliente não seja interrompida por falta de materiais. A modalidade business to business possui uma tendência para pedidos maiores no formato de lotação. Porém, entende-se também que o transporte de cargas fracionadas para o B2B possa ser uma modalidade interessante para que as empresas facilitem os processos de entregas, ainda mais com cargas que não ocupam todo espaço do veículo. Isso facilitará o sistema de distribuição de suas mercadorias de modo a reduzir os seus respectivos custos e mantendo-se toda a qualidade e segurança necessária. Vale lembrar que uma das mais relevantes vantagens do transporte de cargas fracionadas refere-se aos custos dos fretes nessa modalidade, que por sua vez, costumam ser mais em conta dado que os mesmos são divididos entre os clientes que estão sendo atendidos, diminuindo assim, os custos das operações.
  • Os transportes em B2C trabalham, na maioria das vezes, com cargas de pequeno porte e em maior número. Este fato torna possível o aproveitamento da melhor forma a capacidade da frota, destinando mais de um veículo para a realização das entregas. Dessa forma, os fretes podem ser diferenciados em fracionados ou enquadrados na modalidade lotação, ambos buscando a forma mais eficaz para a otimização da operação. 

Devido a estas diferenças, não podemos definir um modelo de transporte “único” que seja o ideal para cada um destes dois tipos de atendimento. No caso dos modelos B2B, em cada tipo de negócio existem particularidades relacionadas ao tipo de produto, atendimento, demanda, especificações técnicas e necessidade de reposição que deverão ser levados em consideração no momento da opção do tipo de transporte. Por sua vez, o modelo B2C, apesar de ter uma tendência para atuação com modelos de transportes fracionados, também poderá optar por transportes via lotação de acordo com as especificações do transporte a ser realizado.

A Picorelli Transportes possui foco no atendimento ao mercado B2B. Se sua empresa precisa de prazo e comprometimento, veja nossas cidades atendidas pelo nosso site e entre em contato! 

Fonte:

BSOFT, Confira o que é o modelo de distribuição B2B e suas especificações; Disponível em: https://bsoft.com.br/blog/distribuicao-b2b/Acesso em 02 de maio de 2021



2021 Picorelli Transportes. É proibida a reprodução do conteúdo dessa página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a autorização escrita da Picorelli Transportes.